28 Jan

Jornada Kung Fu na transmissão do Ving Tsun Experience no Ceará

Realizamos no mês de Novembro de 2014, uma viagem ao Ceará, mais especificamente na cidade de Caririaçu, onde reside um membro de nossa família Kung Fu, Hermano José Pereira, que todos os anos no mês de Julho, viaja para São Paulo com a finalidade de dar sequência a seu desenvolvimento no Ving Tsun Kung Fu.

A viagem contemplava dois objetivos: o primeiro é dar continuidade aos estudos do Kung Fu do Hermano que está no nível avançado Biu Ji e o segundo ministrar o curso introdutório do Ving Tsun Experience, para dois grandes apreciadores do Ving Tsun (Wing Chun), na cidade do Crato, estado do Ceará. As sessões de estudos foram dirigidas pelo Mestre Washington Fonseca, diretor do Núcleo São Paulo Brooklin da Moy Yat Ving Tsun Martial Intelligence, que teve como tutores auxiliares Hermano José Pereira e Eric Sacchetti Calonico.

A dupla que teve acesso ao Ving Tsun Experience era composta por Sr. Marcelino Andrade Marques de 79 anos, que teve uma jornada muito rica nas artes marciais, praticou Judô, Karatê, Defesa Pessoal, um grande estudioso e admirador do Sistema Ving Tsun (Wing Chun). Embora longe dos Núcleos da MYVTMI o Sr. Marcelino manteve contato com a nossa instituição através de cartas e telefonemas, onde adquiriu alguns vídeos do Mestre Leo Imamura, os quais mantêm até hoje. Um ponto a ser destacado pelo Sr. Marcelino desde o início é que o Sistema Ving Tsun (Wing Chun) pode ser utilizado como ferramenta para a evolução do ser humano. O segundo aspirante a membro foi o Ricardo de Oliveira Silva de 28 anos, Educador Físico, onde atua na área. Nas artes marciais teve como experiência a prática do Ving Tsun (Wing Chun). Ricardo desde o início se mostrou muito sintonizado com a proposta da MYVTMI. A indicação do Hermano e a qualidade humana dos dois aspirantes a membros é o que nos motivou a aceitar a proposta da viagem.

Iniciávamos o dia com um excelente café da manhã organizado com muito zelo por Cícera Pereira de Meneses, esposa de Hermano. Logo em seguida nos dirigíamos para a cidade do Crato. A viagem durava cerca de uma hora, onde aproveitávamos para discutir sobre alguns acontecimentos do cotidiano vivido por nós e de como poderíamos utilizar os conceitos do Ving Tsun (Wing Chun) nos eventos da vida. A primeira etapa do dia consistia em mobilizarmos o Sr. Marcelino e Ricardo no Curso Introdutório.

O curso introdutório funciona como um teste drive, onde o condutor, antes de comprar o carro, tem a oportunidade de dirigir e tirar conclusões baseados na própria experiência. Da mesma forma acontece com o Ving Tsun Experience, onde o aluno vivencia de forma compacta as naturezas de cada nível. Seria como ler o resumo de um livro, afim de que o praticante tenha condições de então optar por iniciar os estudos do sistema tradicional, uma vez convidado pelo Mestre. Não subestime o nome introdutório. Embora seja um curso inicial, essa etapa será preparatória e fundamental para a prática do sistema tradicional.

Após a primeira parte do dia, apenas parávamos para o almoço e pouco tempo depois, retomávamos as práticas no período da tarde. Nessa segunda etapa focávamos no desenvolvimento do Kung Fu do Hermano, nível Avançado do Sistema Ving Tsun (Wing Chun).
O nível de exigência e atenção que as sessões de tutorização exigiam, somado ao zelo cuidadoso para com a presença do Mestre Washington no decorrer de toda a viagem, faz com que nosso nível de atenção constante, algo extremamente positivo, porém exaustivo, pois não temos o hábito de exercer esse tipo de atenção em nossas vidas. Essa é uma etapa fundamental do processo de construção e solidificação do Kung Fu de cada praticante.

O tempo passa muito rápido. E assim os cinco dias voaram. Fiquei muito satisfeito com os efeitos dessa viagem. Tive a oportunidade de acompanhar um Curso Introdutório do início ao fim do nível 1, e de forma compacta, e assim pude constatar a evolução do mesmo, desde a época em que realizei meu Curso Introdutório. Também destaco a intensiva oportunidade de fortalecer laços, que a vivência Kung Fu pode prover. Conhecer pessoas extremamente simpáticas, absolutamente atenciosas e carismáticas. Uma experiência incrível que ajuda a ressignificar nossa própria vida e a maneira como lidamos com muitas questões que infelizmente de acordo com as demandas do dia a dia ficam despercebidas ou em módulo automático de consciência.

Essa viagem foi muito bem planejada, assim como todos os eventos realizados pelos núcleos da família Moy Yat Ving Tsun Martial Intelligence, para que pudéssemos tirar o melhor rendimento de todos, sempre levando em consideração a individualidade de cada um e muito em função do curto espaço de tempo disponível. Sentimos que conseguimos contemplar nossos objetivos, dado o grau de interatividade dos envolvidos nas dinâmicas. É muito gratificante ter oportunidade de participar do processo de desenvolvimento de outras pessoas e mais do que isso, poder fazer parte dele. Esperamos que as sementes lá plantadas possam germinar, e tenhamos logo mais oportunidades como essa.

Eric Calonico

 

Tags:

Ving Tsun

Wing Chun

Kung Fu

Arte Marcial
São Paulo

 

 

Última modificação em Quarta, 28 Janeiro 2015 21:07
voltar ao topo